O que funciona e o que não funciona em prevenção de TA e obesidade?

Os estudos conduzidos até o momento trazem resultadosclaros sobre ações positivas e negativas quanto às ações de prevenção. Com basenestes resultados, recomenda-se:


O QUE FAZER

O QUE NÃO FAZER

Incentivar uma imagem corporal positiva, discutir as situações de discriminação corporal, e refletir sobre as ações a serem tomadas

Utilizar a perda de peso como meta principal, enfatizar a magreza e apresentar efeitos prejudiciais do excesso de peso (isto não funciona!)

Promover uma alimentação saudável (sem perfeccionismos e proibições)

Referir-se a alimentação de forma negativa, classificando os alimentos como "bons" e "ruins"; incentivar modismos quanto à alimentação

Incentivar/estimular um estilo de vida ativo e praticar exercícios que despertem uma sensação agradável de satisfação, prazer e bem-estar

Incentivar a prática de exercícios como uma maneira de compensar a ingestão alimentar, apenas para queimar calorias; com foco no peso corporal, tornar o exercício uma obrigação

Discutir as mudanças corporais na adolescência e a genética familiar

Promover um peso "ideal" que desconsidera as diferenças individuais

Discutir como lidar com as mensagens da mídia sobre peso e alimentação de maneira crítica

Utilizar exemplos da mídia quanto a corpo e alimentação como forma de incentivar a perda de peso

Oferecer um ambiente de reflexão, sem julgamentos para promover a melhora da autoestima

Utilizar pessoas que já tiveram TA para falar de suas experiências com a doença (isto pode "ensinar" comportamentos inadequados)

 

Discutir de forma crítica os riscos das dietas restritivas na saúde e convívio social

Descrever detalhadamente como se iniciam os TAs e comportamentos restritivos e purgativos (ex: descrição do uso de laxantes, diuréticos, vômitos auto induzidos e prática excessiva de atividade física para controlar o peso)



Autor Diomede Ventura

Acompanhe todas as novidades do Genta e ainda ganhe gratuítamente dicas de saúde semanalmente por e-mail

Assinar agora

2017 ® Genta - Grupo Especializado em Nutrição e Transtornos Alimentares